Aperfeiçoamento Multiprofissional em Cardiopatias Congênitas
Hospital do Coração

Aperfeiçoamento Multiprofissional em Cardiopatias Congênitas
Aperfeiçoamento
2018-2020

Aperfeiçoamento Multiprofissional em Cardiopatias Congênitas
Resumo

As malformações do sistema cardiovascular têm alta morbimortalidade e importante impacto na mortalidade infantil. O tratamento precoce das cardiopatias congênitas evita internações por complicações. Há 40 anos o Hospital do Coração atua no Sistema Único de Saúde, oferecendo assistência a fetos e crianças que recebem cuidado especializado, contando com equipe multiprofissional.

O aperfeiçoamento multiprofissional em cardiopatias congênitas visa à formação colaborativa de profissionais atuantes no contexto de trabalho, respeitando as especificidades de cada área, reconhecendo a necessidade de integração dos diferentes níveis da assistência a fim de favorecer o atendimento das necessidades individuais e coletivas de crianças cardiopatas e suas famílias.

Sabe-se que 50% dos pacientes com cardiopatias congênitas deveriam ser operados no primeiro ano de vida. No Brasil a defasagem de cirurgias cardíacas infantis é de 65%, sendo o atendimento integral à criança com cardiopatia um dos maiores desafios do sistema de saúde. O aperfeiçoamento dos profissionais de saúde nesta área é primordial para fortalecer a atenção à saúde em cardiopatias congênitas e diminuir a morbimortalidade.

O Aperfeiçoamento Multiprofissional em Cardiopatias Congênitas pretende aperfeiçoar profissionais de saúde para atuação em equipe multiprofissional no cuidado a cardiopatias congênitas, ampliando capacidades para uma atenção baseada em evidências científicas, humanizada, sistematizada, integral e resolutiva.

O curso tem como pressuposto a integralidade do cuidado. Seu currículo é baseado na pedagogia da problematização, interdisciplinaridade e educação interprofissional e está estruturado nas seguintes atividades: saberes e práticas em Cardiopatias Congênitas; reflexão da Prática Interprofissional; estudo autodirigido e trabalho de conclusão de curso.

O público-alvo são equipes multidisciplinares que prestam cuidados a crianças com cardiopatias congênitas em hospitais prioritariamente das regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste.

Este projeto foi aprovado em dezembro de 2018 e envolve a Secretaria de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde do Ministério da Saúde.

Como resultado espera-se que o egresso do curso adquira conhecimentos, habilidades e atitudes para a prática profissional competente no cuidado a crianças cardiopatas congênitas pautadas nas melhores evidências, no raciocínio crítico-reflexivo, raciocínio epidemiológico e raciocínio estratégico. O cuidado prestado deverá ser orientado pela resolutividade, integralidade, humanização, segurança e trabalho em equipe, comprometido com a qualidade da atenção à saúde da criança cardiopata, com potencial para transformação da realidade.

O projeto prevê a formação de 48 profissionais de saúde, de 16 hospitais prioritariamente das regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste. Tem duração de quatro meses, com 60 horas semanais divididas em 48 horas de atividades práticas e 12 horas de teoria, totalizando 240 horas.


Introdução

As anomalias congênitas têm importante impacto na mortalidade infantil, particularmente as malformações do sistema cardiovascular que têm alta morbimortalidade, representando cerca de 40% das malformações. O tratamento precoce das cardiopatias congênitas evita as internações por complicações da doença. Há aproximadamente 40 anos o Hospital do Coração atua na área no âmbito do Sistema Único de Saúde, oferecendo assistência a fetos e crianças encaminhadas pela Central Nacional de Regulação. Gestantes e neonatos recebem cuidado especializado, contando com equipe multiprofissional.

O aperfeiçoamento multiprofissional em cardiopatias congênitas visa à formação colaborativa e integradora de profissionais da saúde atuantes no contexto de trabalho, respeitando as especificidades de cada área envolvida, reconhecendo a necessidade de integração dos diferentes níveis da assistência no sistema de saúde a fim de favorecer o atendimento das necessidades individuais e coletivas de crianças cardiopatas e suas famílias.

Sabe-se que 50% dos pacientes com cardiopatias congênitas deveriam ser operados no primeiro ano de vida, onde o tratamento precoce evita substancialmente internações por complicações. No Brasil a defasagem de cirurgias cardíacas infantis é de 65%. O atendimento integral à criança com cardiopatia é um dos maiores desafios do sistema de saúde, onde esta população não obtém tratamento adequado no momento oportuno, pelas dimensões continentais do país e da distribuição geográfica desigual dos centros de referência de cardiologia e cirurgia cardíaca pediátrica. O aperfeiçoamento dos profissionais de saúde nessa área é primordial para fortalecer a atenção à saúde em cardiopatias congênitas e diminuir a morbimortalidade.

O projeto pretende aperfeiçoar profissionais de saúde para atuação em equipe multiprofissional no cuidado a cardiopatias congênitas, ampliando capacidades para uma atenção baseada em evidências científicas, humanizada, sistematizada, integral e resolutiva.


Métodos

O curso tem como pressuposto uma assistência orientada pela integralidade do cuidado, ancorado em princípios do SUS. Seu currículo é baseado na pedagogia da problematização, interdisciplinaridade e educação interprofissional.

Está estruturado nas seguintes atividades curriculares:

  • Saberes e práticas em Cardiopatias Congênitas (situação problema, simulação realística, aula expositiva dialogada, discussão de casos clínicos);
  • Reflexão da Prática Interprofissional em Cardiopatias Congênitas (práticas em cenários diversificados);
  • Estudo autodirigido e
  • Trabalho de conclusão de curso.


O público-alvo são equipes multidisciplinares que prestam cuidados a crianças com cardiopatias congênitas em unidades hospitalares oriundas prioritariamente das regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste.


A seleção dos hospitais é baseada nos seguintes critérios:

  • Ser hospital de média e alta complexidade;
  • Ser referência em cardiologia pediátrica;
  • Ser hospital habilitado para cirurgia cardiovascular pediátrica de acordo com a Portaria nº 1.727/2017;
  • Ser hospital de ensino (é desejável);
  • Que formalize adesão ao projeto.


A seleção das equipes dos hospitais é realizada com a participação da Secretaria de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde do Ministério da Saúde.



Resultados

Este projeto foi aprovado em dezembro de 2018 e envolve a Secretaria de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde.

Como resultado espera-se que o egresso do curso adquira conhecimentos, habilidades e atitudes para o exercício de uma prática profissional competente no cuidado a crianças cardiopatas congênitas pautadas nas melhores evidências, no raciocínio crítico-reflexivo, raciocínio epidemiológico e raciocínio estratégico. O cuidado prestado deverá ser orientado pela resolutividade, integralidade, humanização, segurança do cuidado e trabalho em equipe, comprometido com a qualidade da atenção à saúde da criança cardiopata, com potencial para transformação da realidade.

O projeto prevê a formação de 48 profissionais de saúde, de 16 hospitais prioritariamente das regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste divididos em quatro turmas. Tem duração de quatro meses, com 60 horas semanais divididas em 48 horas de atividades práticas e 12 horas de teoria, totalizando 240 horas.



Liderança

Bernardete Weber - Associação Beneficente Síria - Hospital do Coração - HCor, São Paulo, SP –  http://lattes.cnpq.br/0961819677749530



Equipe

Claudia Satiko Takemura Matsuba - Associação Beneficente Síria - Hospital do Coração - HCor, São Paulo, SP- http://lattes.cnpq.br/7055171042618504


Cynthia Helena Merlin - Associação Beneficente Síria - Hospital do Coração - HCor, São Paulo, SP – http://lattes.cnpq.br/7659040257112544

Colaboração

Consultoria pedagógica:

Marilda Siriani de Oliveira - Associação Beneficente Síria - Hospital do Coração - HCor, São Paulo, SP, http://lattes.cnpq.br/9577302545049118  



Área Técnica
Secretaria de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde / Ministério da Saúde (SGTES/MS)

INDICADORES

CONHEÇA OUTROS PROJETOS
Processando