Residência Multiprofissional em Cardiologia
Hospital do Coração

Residência Multiprofissional em Cardiologia
Residência Multi
2018-2020

Residência Multiprofissional em Cardiologia
Resumo
As Residências Multiprofissionais em Saúde são orientadas pelos princípios do Sistema Único de Saúde (SUS), a partir das necessidades locais e regionais, e abrangem diversas profissões. Trata-se de uma cooperação entre os Ministérios da Saúde e da Educação para favorecer a inserção qualificada de profissionais no SUS, tendo como objetivo a educação voltada para a transformação da realidade. Esta estratégia reconhece o mundo do trabalho como espaço produtor de saberes, pelo desenvolvimento de melhores práticas e pela formação de profissionais no contexto real dos serviços de saúde, o que potencializa a aprendizagem e acelera o desenvolvimento de competência profissional. Além disto, esta estratégia aproxima a produção de novos conhecimentos e a formação de profissionais às necessidades de saúde das pessoas e de organização do sistema de saúde.

O perfil epidemiológico do país, em especial nas cidades, aponta para a alta prevalência de doenças cardiovasculares, sendo a primeira causa de mortalidade. A atenção qualificada aos pacientes com estas doenças, desde a atenção primária até a atenção terciária, com bases científicas e de maneira sistematizada, pode contribuir para a diminuição desses índices. A Residência Multiprofissional em Saúde em Atenção Cardiovascular visa à melhoria da atenção prestada aos cidadãos com estas doenças, visto que a participação de diferentes profissionais tem potencial para constituir trabalho e aprendizagem interdisciplinar e interprofissional, pela troca contínua de saberes e práticas, criando novas formas de cuidado, baseadas nas melhores evidências.

Este projeto pretende contribuir com a formação de profissionais de no contexto do SUS, com conhecimentos técnico-científicos, raciocínio crítico-reflexivo, orientado para a segurança do cuidado ao paciente e trabalho em equipe, comprometidos com a qualidade da atenção à saúde prestada no país.

A estrutura curricular contempla uma prática assistencial baseada no princípio do SUS de integralidade do cuidado, tendo em vista à diversidade e complexidade da realidade da saúde, aliada à postura crítica e criativa. Conta com um currículo ancorado numa abordagem construtivista e baseado em metodologias ativas de ensino aprendizagem baseadas em situação problema, além de simulação realística, aula expositiva dialogada, discussão de casos clínicos, práticas em cenários diversificados, estudo dirigido, trabalho de conclusão de curso e atividade complementar (estágio eletivo prático).

O projeto foi aprovado em dezembro de 2018 e envolve o Departamento de Planejamento e Regulação da Provisão de Profissionais de Saúde da Secretaria de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde.

Prevê a formação de 36 profissionais que ocorrerá em duas Turmas de Residentes, sendo a primeira Turma com ingresso em 2019 e a segunda com ingresso em 2020. Cada Turma tem duração de 24 meses, em regime de dedicação integral, com carga horária total de 5.760 horas, sendo 80% de atividades práticas e 20% teórica.


Introdução
As Residências Multiprofissionais em Saúde são orientadas pelos princípios e diretrizes do Sistema Único de Saúde (SUS), a partir das necessidades e realidades locais e regionais, e abrangem diversas profissões da área da saúde. Trata-se de uma cooperação entre os Ministérios da Saúde e da Educação concebida para favorecer a inserção qualificada de profissionais no SUS, tendo como objetivo a educação voltada para a transformação da realidade. Esta estratégia de formação reconhece o mundo do trabalho como espaço produtor de saberes, pelo desenvolvimento de melhores práticas e pela formação de profissionais no contexto real dos serviços de saúde, o que potencializa a aprendizagem e acelera o desenvolvimento de competência profissional. Além disto, esta estratégia aproxima a produção de novos conhecimentos e a formação de profissionais às necessidades de saúde das pessoas e de organização do sistema de saúde.

O perfil epidemiológico do país, em especial nas cidades, aponta para a alta prevalência de doenças cardiovasculares, sendo a primeira causa de mortalidade. A atenção qualificada aos pacientes com estas doenças, desde a atenção primária até a atenção terciária, com bases científicas e de maneira sistematizada, pode contribuir para a diminuição desses índices. A Residência Multiprofissional em Saúde em Atenção Cardiovascular visa a melhoria da atenção prestada aos cidadãos com estas doenças, visto que a participação de diferentes profissionais tem potencial para constituir trabalho e aprendizagem interdisciplinar e interprofissional, pela troca contínua de saberes e práticas, criando novas formas de cuidado, baseadas nas melhores evidências.

Este projeto pretende contribuir com a formação de profissionais de no contexto do SUS, com conhecimentos técnico-científicos, raciocínio crítico-reflexivo, orientado para a segurança do cuidado ao paciente e trabalho em equipe, comprometidos com a qualidade da atenção à saúde prestada no país.


Métodos
A estrutura curricular contempla uma prática assistencial baseada no princípio do SUS de integralidade do cuidado, tendo em vista à diversidade, pluralidade e complexidade da realidade da saúde, aliada à postura crítica, reflexiva e criativa. Conta com um currículo ancorado numa abordagem construtivista e baseado em metodologias ativas de ensino aprendizagem baseadas em situação problema, além de simulação realística, aula expositiva dialogada, discussão de casos clínicos, práticas em cenários diversificados, estudo dirigido, trabalho de conclusão de curso e atividade complementar (estágio eletivo prático).


Resultados

O projeto foi aprovado em dezembro de 2018 e envolve o Departamento de Planejamento e Regulação da Provisão de Profissionais de Saúde da Secretaria de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde.

Prevê a formação de 36 profissionais que ocorrerá em duas Turmas de Residentes, sendo a primeira Turma com ingresso em 2019 e a segunda com ingresso em 2020. Cada Turma tem duração de 24 meses, em regime de dedicação integral, com carga horária total de 5.760 horas, sendo 80% de atividades práticas e 20% destinada para a formação teórica e teórico-prática).


Liderança
Bernardete Weber - Associação Beneficente Síria - Hospital do Coração - HCor, São Paulo, SP, http://lattes.cnpq.br/0961819677749530

Equipe

Claudia Satiko Takemura Matsuba - Associação Beneficente Síria - Hospital do Coração - HCor, São Paulo, SP, http://lattes.cnpq.br/7055171042618504


Cynthia Helena Merlin - Associação Beneficente Síria - Hospital do Coração - HCor, São Paulo, SP, http://lattes.cnpq.br/7659040257112544


Silvia Maria Cury Ismael - Associação Beneficente Síria - Hospital do Coração - HCor, São Paulo, SP, http://lattes.cnpq.br/0715956652398451

Colaboração

Consultoria pedagógica:

Marilda Siriani de Oliveira - Associação Beneficente Síria - Hospital do Coração - HCor, São Paulo, SP, http://lattes.cnpq.br/9577302545049118

Área Técnica
Departamento de Planejamento e Regulação da Provisão de Profissionais de Saúde / Secretaria de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde / Ministério da Saúde (DEPREPS/SGTES/MS)


INDICADORES

18
Profissionais
capacitados
CONHEÇA OUTROS PROJETOS
Processando