Apoio à Saúde da Pessoa Idosa
Hospital Israelita Albert Einstein

Apoio à Saúde da Pessoa Idosa
Saúde do Idoso
2018-2020

Apoio à Saúde da Pessoa Idosa
Resumo
Com a crescente demanda por assistência à saúde do idoso, desponta a necessidade de implantação das diretrizes do cuidado à pessoa idosa no SUS e a implantação do modelo de atenção integral ao idoso em território nacional. Frente ao aprendizado e experiência adquiridos em triênios anteriores, a proposta do Projeto é a de realizar consultorias, bem como capacitar os profissionais assistenciais nas cinco regiões do território nacional, com foco na organização e qualificação da Rede de Atenção à Saúde (RAS). 
Para a Atenção Básica, serão realizadas consultorias gerenciais para um diagnóstico e planejamento da consultoria em prática assistencial; um EAD com conteúdo voltado
para a atenção integral à pessoa idosa; e consultorias em práticas assistenciais para a sedimentação do conhecimento e a estruturação e uma rede de apoio à saúde do idoso.
Estão envolvidos no projeto o Ministério da Saúde, as áreas gerenciais do SUS, as equipes de profissionais da rede de atenção básica de saúde, o Ambulatório de Geriatria da
Unidade Vila Mariana da Sociedade Beneficente Israelita Brasileira Albert Einstein (UVM-SBIBAE) e as pessoas idosas assistidas pelo SUS.

Introdução
Com o envelhecimento da população, a heterogeneidade e a multidimensionalidade desse processo, é importante instrumentalizar os profissionais que lidam com essas pessoas. Ainda, é fundamental organizar os serviços da rede de atenção à saúde para promover um cuidado direcionado às necessidades biopsicossociais de cada indivíduo, de forma integrada e continuada, para que se tenha efetividade e resolutividade da assistência prestada à pessoa idosa.

Métodos

Consultoria gerencial: levantamento do diagnóstico situacional local para o planejamento da consultoria em prática assistencial. Até o final do triênio, espera-se realizar 30 consultorias gerenciais, com participação de grupo de governança e gestores, nos municípios/regionais de saúde envolvidos, com o objetivo de:

  • Levantar o e analisar dados socioeconômicos, demográficos, de saúde e epidemiológicos;
  • Identificar e conhecer as redes de saúde e redes intersetoriais existentes, seu funcionamento, articulações e vazios assistenciais;
  • Identificar propostas de organização da Atenção às Pessoas Idosas;
  • Estabelecer e validar pontos prioritários a serem incluídos no processo de formação dos profissionais;
  • Qualificar gestores locais;
  • Pactuar processo de formação a ser desenvolvido;
  • Estabelecer e validar o perfil das equipes multiplicadoras, possibilitando a customização das consultorias e adaptando-as conforme a realidade da região.

EAD: contempla um conteúdo relacionado aos princípios e diretrizes do SUS para a atenção integral à saúde da pessoa idosa. Possui quatro módulos, com carga horária total de 30 horas. Público-alvo: equipes multiprofissionais de saúde da atenção básica e da atenção especializada, dos municípios/regionais de saúde (profissionais de nível superior com perfil para multiplicação).


Consultoria em prática assistencial: composta por três encontros presenciais é fundamental para a sedimentação do conhecimento e estruturação de uma rede de Apoio à Saúde do Idoso.

  • encontro: temas relacionados à rede de atenção à saúde, intersetorialidade, determinantes sociais de saúde;
  • 2º encontro: compreensão e preenchimento da Caderneta de Saúde da Pessoa Idosa, avaliação multidimensional e os aspectos que a compõem;
  • 3º encontro:estratificação da pessoa idosa por perfil de funcionalidade, elaboração do Projeto Terapêutico Singular,  e o papel do profissional como agente multiplicador em saúde.


Resultados

O projeto "Apoio a Saúde da Pessoa Idosa", iniciou suas atividades em Junho de 2018. Até dezembro de 2018, foram matriciados 50 profissionais de 12 Unidades de Referência de Sáude do Idoso (URSIs) da cidade de São Paulo. Na metodologia aplicada, foram utilizados recursos que subsidiaram e aprimoraram os conhecimentos da equipe multidisciplinar na padronização das técnicas de matriciamento e aperfeiçoamento de seu papel no referenciamento das Unidades Básicas de Saúde. Para abordagem e discussão em todo o processo de formação, utilizamos o Documento Norteador para a Unidade de Referência à Saúde do Idoso.
No ano de 2019, espera-se capacitar 750 profissinoais da Atenção Básica de cinco municípios do país: Salvador/BA, Feira de Santana/BA, Natal/RN, Parnamirim/RN e Bento Gonçalves/RS.



Liderança
Sandra Alves Barbosa - Hospital Israelita Albert Einstein, São Paulo, SP

Equipe

 

Adriane Kiyoko Teruya - Hospital Israelita Albert Einstein, São Paulo, SP

Ana Beatriz Galhardi Di Tommaso - Hospital Israelita Albert Einstein, São Paulo, SP - Lattes

Carla Giuliano de Sá Pinto Montenegro - Hospital Israelita Albert Einstein, São Paulo, SP - Lattes

Flávia Renata Fratezi - Hospital Israelita Albert Einstein, São Paulo, SP - Lattes

Sibelle de Almeida Tierno - Hospital Israelita Albert Einstein, São Paulo, SP - Lattes

Simone Borges Fuster Leiva - Hospital Israelita Albert Einstein, São Paulo, SP

Mayra Zanetti - Hospital Israelita Albert Einstein, São Paulo, SP - Lattes

Miriam Di Giovanni - Hospital Israelita Albert Einstein, São Paulo, SP - Lattes

Nathália Catharino Zaccaria - Hospital Israelita Albert Einstein, São Paulo, SP - Lattes



Colaboração
Secretaria Estadual de Saúde da Bahia, BA

Secretaria Estadual de Saúde do Rio Grande do Norte, RN

Secretaria Municipal de Saúde de Feira de Santana, Bahia, BA

Secretaria Municipal de Saúde de Salvador, Bahia, BA

Secretaria Municipal de Saúde de Natal, Rio Grande do Norte, RN

Secretaria Municipal de Saúde de Parnamirim, Rio Grande do Norte, RN

Área Técnica

Ministério da Saúde, Coordenação de Saúde da Pessoa Idosa, Departamento de Ações Programáticas Estratégicas da Secretaria de Atenção Primária à Saúde (COSAPI/DAPES/SAPS)



INDICADORES

50
Profissionais
capacitados
CONHEÇA OUTROS PROJETOS
Processando