Atendimento Ambulatorial à Comunidade Geral - Comissão Social
Hospital Israelita Albert Einstein

Atendimento Ambulatorial à Comunidade Geral - Comissão Social
Comissão Social
2018-2020

Hospital Israelita Albert Einstein
Resumo
A condução clínica de pacientes exige conhecimentos específicos, correspondentes tanto ao diagnóstico quanto ao tratamento de patologias diversas. O Sistema Único de Saúde (SUS) tem enfrentado problemas com essa relação, na prestação de seus serviços. Essa iniciativa atendeu a demanda reprimida da rede pública de saúde, efetuando diagnóstico e ou tratamento, a fim de prevenir agravos. A parceria com o SUS promoveu a otimização do uso de recursos em saúde e processos de assistência médico-hospitalar mais eficientes e com excelência, a fim de diminuir o tempo de espera e colaborar com a acessibilidade dos usuários. Os serviços incluíam atendimento ambulatorial, exames de diagnóstico e internação na rede pública ou conveniada ao SUS, do município de São Paulo.
O SUS tem passado por carência no atendimento a seus pacientes. Este projeto auxiliou essa instituição, no que diz respeito aos serviços médico-hospitalares, colaborando para a otimização dos recursos e, consequentemente, diminuindo o tempo de espera para a realização dos procedimentos. Colaborou de forma importante com o diagnóstico, tratamento e reabilitação do paciente, prestando assistência ambulatorial, além de contribuir para a realização de exames de diagnóstico e internação, propiciando atendimento à demanda do município de São Paulo. A ampliação de avaliações e atendimentos, prevenindo agravos à saúde e contribuindo na prevenção e controle de doenças, também foi escopo do projeto, que teve como uma das metas a avaliação de todas as solicitações e análises dos casos. Esta iniciativa foi descontinuada em 31 de janeiro de 2018.
Esta iniciativa apoiou o SUS nos processos médico-hospitalares para ampliar as avaliações e atendimentos a usuários com dificuldade de acesso à saúde, controlar agravos e contribuir para a prevenção de doenças.  Além disso, disponibilizou exames clínicos e ou tratamentos a pacientes, garantindo a qualidade no atendimento; a avaliação de todas as solicitações e monitoramento das filas de espera com mais frequência, servindo como indicadores no processo de avaliação dos serviços.
Como método, as solicitações encaminhadas pelas instituições da rede pública de saúde foram analisadas e acompanhadas pelo serviço social e equipe multiprofissional, do Hospital Israelita Albert Einstein (HIAE). Os pacientes receberam orientações sobre procedimentos e rotina de atendimento. Dados sobre o número de avaliações sociais recebidas e quantidade de procedimentos realizados, como consultas, exames e internações foram avaliados.
Foram envolvidos no projeto as pessoas atendidas pela rede pública, em situação de vulnerabilidade social e desprovidas de recursos financeiros para arcar com custos de atendimento médico-hospitalar, o SUS, a Secretaria Municipal de Saúde de São Paulo (SMS-SP) e o HIAE.


Introdução


Métodos


Resultados


Liderança


Equipe


Colaboração


Área Técnica


INDICADORES

2
Atendimentos
realizados
CONHEÇA OUTROS PROJETOS
Processando