Qualificação e apoio à equipes multiprofissionais em Terapia Nutricional, em Hospitais do SUS
Hospital do Coração

Qualificação e apoio à equipes multiprofissionais em Terapia Nutricional, em Hospitais do SUS
Capacitação EMTN
2018-2020/2015-2017

Qualificação e apoio à equipes multiprofissionais em Terapia Nutricional, em Hospitais do SUS
Resumo

Estudos epidemiológicos demonstram prevalência de 20% a 50% de desnutrição intra-hospitalar, tendo consequências clínicas e funcionais negativas e altas taxas de morbimortalidade, além da readmissão hospitalar e aumento do tempo de hospitalização.

Pesquisas apontam que o uso adequado da terapia nutricional (TN) auxilia na recuperação do paciente, e minimiza riscos de desnutrição. A Equipe Multiprofissional de Terapia Nutricional (EMTN) é composta por enfermeiros, médicos, nutricionistas, farmacêuticos e fonoaudiólogos, e tem com objetivo detectar precocemente os riscos de desnutrição e utilizar métodos terapêuticos para a recuperação do estado nutricional.

O Ministério da Saúde considera condição formal e obrigatória a constituição de EMTN para a execução, supervisão e avaliação das etapas da TN. Este projeto é aplicado nos hospitais da rede pública de saúde visando à formação e a atuação mais efetiva e segura das EMTN. Os hospitais em que atuam estes profissionais podem solicitar credenciamento como Unidades de Assistência de Alta Complexidade em Terapia Nutricional e como Centros de Referência de Alta Complexidade em Terapia Nutricional.

Qualificar os profissionais de EMTN na utilização de procedimentos diagnósticos e terapêuticos na manutenção ou recuperação do estado nutricional, no âmbito SUS para habilitação dos serviços.

A Formação em EMTN é desenvolvida de forma bimodal (presencial e a distância). Os módulos à distância são desenvolvidos em ambiente virtual e o processo de ensino aprendizagem ocorre por meio de: aulas interativas; vídeo aulas; documentários; análise de casos clínicos leitura da bibliografia básica, além de encontro virtual de apoio de dúvidas. O momento presencial é desenvolvido após, priorizando a discussão de casos clínicos e prática monitorada realizadas nas dependências do Hospital do Coração.

O público alvo consiste de nutricionistas, farmacêuticos, enfermeiros e médicos que trabalham em hospitais do Sistema Único de Saúde. São priorizadas instituições nas quais não haja EMTN visando habilitação dos serviços.

O projeto envolve a Secretaria de Atenção à Saúde.

Desde 2015 foram realizadas 07 turmas, com carga horária de 56 horas, sendo 40 horas de atividades Ensino à Distância e 16 horas de atividades presenciais.

No ano de 2017 foram realizadas 05 turmas, capacitados 158 profissionais (19,6% médicos, 20,3% farmacêuticos, 24,7% enfermeiros e 35,4% nutricionistas) provenientes da região sul (8,2%), sudeste (11,4%), centro-oeste (14,5%), norte (25,3%) e nordeste (40,5%). Envolveu 59 hospitais, dos quais 11 foram habilitados, um aguarda a publicação de portaria e 16 estão no processo de habilitação como Serviço de Alta Complexidade.

Em 2018 foram realizadas 02 turmas, capacitados 56 profissionais (17,9% médicos, 25% farmacêuticos, 26,8% enfermeiros e 30,3% nutricionistas): 3,6% da região norte, 7,1% do centro-oeste, 8,9% do sudeste, 33,9% do sul e 46,4% do nordeste; e envolveu 26 hospitais.


Introdução

Estudos epidemiológicos demonstram uma prevalência de 20% a 50% de desnutrição intra-hospitalar, tendo consequências clínicas e funcionais negativas e altas taxas de morbimortalidade, além da readmissão hospitalar e aumento do tempo de hospitalização.

Pesquisas apontam que o uso adequado da terapia nutricional (TN) auxilia na recuperação do paciente, e minimiza riscos de desnutrição. Torna-se necessário o comprometimento e a capacitação de uma equipe multiprofissional para garantir a eficácia e segurança aos pacientes.

A Equipe Multiprofissional de Terapia Nutricional (EMTN) é composta por enfermeiros, médicos, nutricionistas, farmacêuticos e fonoaudiólogos, e participa de todas as etapas da TN, desde a prescrição médica e dietética; preparação, conservação e transporte; até a administração, controle e avaliação. Desenvolve também estratégias para o gerenciamento de riscos e eventos adversos. Tem com objetivo detectar precocemente os riscos de desnutrição e utilizar métodos terapêuticos para a recuperação do estado nutricional.

Regulamentos técnicos do Ministério da Saúde normatizam procedimentos e tornam condição formal e obrigatória a constituição de EMTN para a execução, supervisão e avaliação das etapas da TN. São adotados ferramentas e protocolos clínicos, para maior aproveitamento da terapia, menor risco de complicações e menor taxa de morbimortalidade e internação hospitalar.

Este projeto é aplicado nos hospitais da rede pública de saúde visando à formação e a atuação mais efetiva e segura das EMTN. Associado à formação e aos esforços dos gestores, os hospitais em que atuam estes profissionais podem solicitar credenciamento como Unidades de Assistência de Alta Complexidade em Terapia Nutricional e como Centros de Referência de Alta Complexidade em Terapia Nutricional.

Qualificar os profissionais de EMTN na utilização de procedimentos diagnósticos e terapêuticos na manutenção ou recuperação do estado nutricional, no âmbito SUS para habilitação dos serviços.


Métodos

A Formação em EMTN é desenvolvida de forma bimodal (presencial e a distância). Os módulos à distância são desenvolvidos no Ambiente Virtual de Ensino Aprendizagem (AVEA) e o processo de ensino aprendizagem ocorre por meio de um conjunto de estratégias: aulas interativas; vídeo aulas; documentários; análise de casos clínicos leitura da bibliografia básica, além de encontro virtual de apoio síncrono para elucidação de dúvidas técnicas e conceituais. Os temas abordados incluem: Políticas e Normatizações em Terapia Nutricional; Avaliação e condutas em Terapia Nutricional; Manejo e monitoramento da Terapia Nutricional; Terapia Nutricional em diferentes condições/ patologias; Gestão da Qualidade em Terapia Nutricional; e Terapia Nutricional para patologias específicas.

O momento presencial é desenvolvido após o término dos seis módulos à distância, priorizando a discussão de casos clínicos e prática monitorada realizadas nas dependências do Hospital do Coração, visando maior aproveitamento e troca de experiências.

O público alvo consiste de nutricionistas, farmacêuticos, enfermeiros e médicos que trabalham em hospitais do Sistema Único de Saúde selecionados junto às equipes do Ministério da Saúde. São priorizadas instituições nas quais não haja EMTN visando habilitação dos serviços.


Resultados

O projeto envolve a Secretaria de Atenção à Saúde.

De 2015 até dezembro de 2018 foram realizadas 07 turmas, com carga horária de 56 horas, sendo 40 horas de atividades Ensino à Distância e 16 horas de atividades presenciais.

No ano de 2017 foram realizadas 05 turmas, capacitados 158 profissionais (19,6% médicos, 20,3% farmacêuticos, 24,7% enfermeiros e 35,4% nutricionistas) provenientes da região sul (8,2%), sudeste (11,4%), centro-oeste (14,5%), norte (25,3%) e nordeste (40,5%). Envolveu 59 hospitais, dos quais 11 foram habilitados após a capacitação, um está aguardando a publicação de portaria e outros 16 deram entrada ao processo de solicitação de habilitação como Serviço de Alta Complexidade.

Em 2018 foram realizadas 02 turmas, capacitados 56 profissionais (17,9% médicos, 25% farmacêuticos, 26,8% enfermeiros e 30,3% nutricionistas): 3,6% da região norte, 7,1% do centro-oeste, 8,9% do sudeste, 33,9% do sul e 46,4% do nordeste; e envolveu 26 hospitais.

Há a previsão de realizar mais 3 turmas até 2020.


Liderança
Bernardete Weber - Associação Beneficente Síria - Hospital do Coração - HCor, São Paulo, SP,  http://lattes.cnpq.br/0961819677749530

Equipe

Cynthia Helena Merlin - Associação Beneficente Síria - Hospital do Coração - HCor, São Paulo, SP,  http://lattes.cnpq.br/7659040257112544


Graziela Trevizan Da Ros - Associação Beneficente Síria - Hospital do Coração - HCor, São Paulo, SP,  http://lattes.cnpq.br/0080216597413765

Colaboração

Consultoria Pedagógica: Otília Seiffert - Associação Beneficente Síria - Hospital do Coração - HCor, São Paulo, SP,  http://lattes.cnpq.br/0809341121492385

Facilitadores de Aprendizagem:

Claudia Satiko Takemura Matsuba – Associação Beneficente Síria - Hospital do Coração - HCor, São Paulo, SP, http://lattes.cnpq.br/7055171042618504  

Ricardo Tadeu Prete – Associação Beneficente Síria - Hospital do Coração - HCor, São Paulo, SP, http://lattes.cnpq.br/4196540264454682

Flavia Jacqueline Santos da Silva – Associação Beneficente Síria - Hospital do Coração - HCor, São Paulo, SP, http://lattes.cnpq.br/6010768862576635

Lillian de Carla Sant Anna Macedo – Associação Beneficente Síria - Hospital do Coração - HCor, São Paulo, SP, http://lattes.cnpq.br/6391729311474904

Danielle da Silva Barreto – Associação Beneficente Síria - Hospital do Coração - HCor, São Paulo, SP, http://lattes.cnpq.br/6532821066315312

Daniela Gomes França – Associação Beneficente Síria - Hospital do Coração - HCor, São Paulo, SP, http://lattes.cnpq.br/8446935110121892

 

Apoio:

Sociedade Brasileira Nutrição Parenteral Enteral (BRASPEN)

Área Técnica
Secretaria de Atenção à Saúde / Ministério da Saúde (SAS/MS)

INDICADORES

85
Profissionais
capacitados
CONHEÇA OUTROS PROJETOS
Processando