Manuais de orientação alimentar para o cuidado da pessoa com fatores de risco cardiovasculares no contexto da Atenção Básica.
Hospital do Coração

Manuais de orientação alimentar para o cuidado da pessoa com fatores de risco cardiovasculares no contexto da Atenção Básica.
Manuais Alimentação Cardioprotetora
2018-2020

Manuais de orientação alimentar para o cuidado da pessoa com fatores de risco cardiovasculares no contexto da Atenção Básica.
Resumo
As doenças cardiovasculares (DCV) são as principais causas de mortalidade no Brasil, representando importante impacto na saúde pública. O material “Alimentação Cardioprotetora: manual de orientações para profissionais de saúde da Atenção Básica” possui orientação nutricional baseada em uma estratégia lúdica e sua distribuição de macronutrientes está de acordo com as recomendações nutricionais preconizadas pelas diretrizes brasileiras de cardiologia, diabetes, hipertensão e dislipidemias.

A padronização de uma orientação alimentar, considerando diferenças socioculturais de cada território, pode potencializar o alcance das metas do Plano de Ações Estratégicas para Enfrentamento das Doenças Crônicas Não Transmissíveis 2011-2022 do Ministério da Saúde em relação ao aumento do consumo de frutas e hortaliças e detenção/diminuição da obesidade, além de subsidiar, incorporar e padronizar a orientação alimentar de indivíduos com DCV e seus fatores de risco na prática da equipe multiprofissional da Atenção Básica.

O objetivo do projeto é promover a utilização da Orientação Alimentar Cardioprotetora nos diferentes níveis de Atenção à Saúde.

A implementação dos materiais da Alimentação Cardioprotetora envolve três metodologias distintas:

  1. Mapeamento das barreiras de implementação de guidelines através de revisão da literatura, para embasar o protocolo de pesquisa de implementação, assegurando superação de barreiras;
  2. Estudo de implementação dos materiais na Atenção Básica. Ensaio clínico randomizado em cluster, contando com a população de profissionais da saúde e usuários dos serviços;
  3. Qualificação dos profissionais da saúde através de curso bimodal (atividades presenciais e em ambiente virtual de ensino e aprendizagem).

O projeto também conta com o suporte técnico em atenção nutricional para nutricionistas da Redes de Atenção à Saúde (RAS).

As barreiras de implementação de guidelines foram identificadas e estão em processo de validação com os stakeholders (técnicos do Ministério da Saúde e outros pesquisadores).

Foram mapeadas as barreiras nos seguintes níveis:

Profissionais da saúde:

                        Especificidade técnica da orientação alimentar;

                        Desmotivação;

                        Relutância às mudanças;

                        Alta demanda de atendimento;

                        Tempo disponível para planejar atividades educativas.

                        Gestão:

                        Falta de apoio;

                        Dificuldade na gestão da informação.

                        Financiamento:

                        Ausência de recursos financeiros;

                        Restrições administrativas.

Esse produto pode colaborar com a elaboração de programas e políticas públicas que envolvam a implementação de guidelines.

A construção dos demais produtos está em andamento.


Introdução

As Doenças Cardiovasculares (DCV) são as principais causas de mortalidade no Brasil, além de gerarem um custo alto para o Sistema Único de Saúde (SUS), representando importante impacto na saúde pública.

O material “Alimentação Cardioprotetora: manual de orientações para profissionais de saúde da Atenção Básica” possui orientação nutricional baseada em uma estratégia lúdica de associação mnemônica de grupos alimentares às cores da bandeira do Brasil, e sua distribuição de macronutrientes por grupo alimentar está de acordo com as recomendações nutricionais preconizadas pelas diretrizes brasileiras de cardiologia, diabetes, hipertensão e dislipidemias.

Atualmente, mais da metade da população brasileira está com sobrepeso, quase 19% obesa, 7,6% com diabetes mellitus e 24,3% com hipertensão arterial. Esse cenário é preocupante pelos impactos que essas doenças crônicas causam, especialmente em relação aos custos e às implicações tanto na vida dos indivíduos quanto na produtividade. Assim, ações de alimentação e nutrição no SUS podem colaborar positivamente.

Nesse sentido, o Ministério da Saúde elaborou o Plano de Ações Estratégicas para o Enfrentamento das Doenças Crônicas Não Transmissíveis 2011-2022 que aborda metas nacionais convergentes com as metas definidas pela Organização Mundial de Saúde (OMS), como a diminuição/detenção da obesidade e o aumento do consumo de frutas e hortaliças.

A padronização de uma orientação alimentar, considerando as diferenças socioculturais de cada território, através dos materiais da Alimentação Cardioprotetora, pode potencializar e facilitar o atingimento das metas estabelecidas no Plano, além de subsidiar, incorporar e padronizar a orientação alimentar de indivíduos com DCV e seus fatores de risco na prática da equipe multiprofissional da Atenção Básica.

O objetivo do projeto é promover a utilização da estratégia de orientação alimentar da Alimentação Cardioprotetora nos diferentes níveis de Atenção à Saúde.


Métodos

A implementação dos materiais da Alimentação Cardioprotetora envolve três metodologias distintas:

  1. Mapeamento das barreiras de implementação de guidelines através de revisão da literatura, a fim de embasar o protocolo de pesquisa de implementação, assegurando a superação de tais barreiras;
  2. Estudo de implementação dos materiais nos serviços de Atenção Básica. Ensaio clínico randomizado em cluster, com o objetivo de avaliar a orientação alimentar dos profissionais da saúde e parâmetros clínicos nos usuários orientados nos serviços de saúde da Atenção Básica;
  3. Qualificação dos profissionais da saúde através de metodologias ativas de ensino em curso bimodal (atividades em encontros presenciais e em ambiente virtual de ensino e aprendizagem).
O projeto também conta com a conformação de uma Rede de Nutricionistas do SUS, com os objetivos de fortalecer a comunicação em rede e de promover o intercâmbio de conhecimentos técnicos e a troca de experiências entre os profissionais nutricionistas dos diferentes níveis de Atenção à Saúde participantes da Rede.


Resultados

Desde 2017, foram impressas 40.000 unidades do material “Alimentação Cardioprotetora: manual de orientações para profissionais de saúde da Atenção Básica” e 80.000 unidades do material “Alimentação Cardioprotetora” cartilha direcionada para o usuário da Atenção Básica. Esses materiais foram distribuídos nas secretarias de saúde de todos os estados brasileiros e no Distrito Federal. O material está disponível online na biblioteca virtual do Departamento de Atenção Básica do Ministério da Saúde.


Link do material: http://dab.saude.gov.br/portaldab/biblioteca.php?conteudo=publicacoes/alimentacao_cardioprotetora_orien_pro_saude_ab

 

As barreiras de implementação de guidelines já foram identificadas e estarão em processo de validação com os stakeholders (técnicos do Ministério da Saúde e outros pesquisadores) até abril de 2018.


Foram mapeadas as barreiras nos seguintes níveis:

Profissionais da saúde:

                        Especificidade técnica da orientação alimentar;

                        Desmotivação;

                        Relutância às mudanças;

                        Alta demanda de atendimento;

                        Tempo disponível para planejar atividades educativas.

                        Gestão:

                        Falta de apoio;

                        Dificuldade na gestão da informação.

                        Financiamento:

                        Ausência de recursos financeiros;

                        Restrições administrativas.


Esse produto pode colaborar com a elaboração de programas e políticas públicas que envolvam a implementação de guidelines.

A construção dos demais produtos está em andamento.


Liderança

Comitê diretivo:

Alexandre Biasi Cavalcanti - Associação Beneficente Síria - Hospital do Coração - HCor, São Paulo, SP, lattes.cnpq.br/5896571955216852


Aline Marcadenti de Oliveira - Associação Beneficente Síria - Hospital do Coração - HCor, São Paulo, SP, lattes.cnpq.br/1521273831217229


Angela Cristine Bersch Ferreira - Associação Beneficente Síria - Hospital do Coração - HCor, São Paulo, SP, lattes.cnpq.br/2106578666791138


Bernardete Weber - Associação Beneficente Síria - Hospital do Coração - HCor, São Paulo, SP, lattes.cnpq.br/0961819677749530


Enilda Maria de Sousa Lara - Associação Beneficente Síria - Hospital do Coração - HCor, São Paulo, SP, lattes.cnpq.br/5842018488738530


Fernando da Silva Faraco - Associação Beneficente Síria - Hospital do Coração - HCor, São Paulo, SP, lattes.cnpq.br/4643300840896953


Ligia Nasi Laranjeira - Associação Beneficente Síria - Hospital do Coração - HCor, São Paulo, SP, lattes.cnpq.br/1433691693139316


Lucas Petri Damiani - Associação Beneficente Síria - Hospital do Coração - HCor, São Paulo, SP, lattes.cnpq.br/8519500802203429

Equipe

Comitê executivo:


Juliana Dantas de Oliveira - Associação Beneficente Síria - Hospital do Coração - HCor, São Paulo, SP, lattes.cnpq.br/8982955285986314


Luís Gustavo de Souza Mota - Associação Beneficente Síria - Hospital do Coração - HCor, São Paulo, SP, lattes.cnpq.br/8839194180727472


Raira Pagano - Associação Beneficente Síria - Hospital do Coração - HCor, São Paulo, SP, lattes.cnpq.br/9321211765303968

Colaboração

Material: “Alimentação Cardioprotetora: manual de orientações para profissionais de saúde da Atenção Básica”.


Ana Luisa Souza de Paiva Moura - Ministério da Saúde - Brasília, DF, lattes.cnpq.br/2137074430745012


Ana Maria Cavalcante de Lima - Ministério da Saúde - Brasília, DF, lattes.cnpq.br/4093543908171451


Camila Ragne Torreglosa - Associação Beneficente Síria - Hospital do Coração - HCor, São Paulo, SP, lattes.cnpq.br/7076210957090456


Gisele Ane Bortolini - Ministério da Saúde - Brasília, DF, lattes.cnpq.br/5345538374527151


Jacqueline Tereza da Silva - Associação Beneficente Síria - Hospital do Coração - HCor, São Paulo, SP, lattes.cnpq.br/9953107377449756


Juliana Elert Maia - Associação Beneficente Síria - Hospital do Coração - HCor, São Paulo, SP, lattes.cnpq.br/6499688242682103


Juliana Guedes Simões - Associação Beneficente Síria - Hospital do Coração - HCor, São Paulo, SP


Maria Fernanda Vischi D’Ottavio - Associação Beneficente Síria - Hospital do Coração - HCor, São Paulo, SP


Michele Lessa de Oliveira - Ministério da Saúde - Brasília-DF. lattes.cnpq.br/3080120083618026


Rosana Perim Costa - Associação Beneficente Síria - Hospital do Coração - HCor, São Paulo, SP, lattes.cnpq.br/6832464222386411

 

Barreiras de implementação de guidelines:

Jorge Otávio Maia Barreto, MSc, PhD - Fundação Oswaldo Cruz- Fiocruz, Brasília, DF, lattes.cnpq.br/6645888812991827

Área Técnica
Coordenação-Geral de Alimentação e Nutrição / Departamento de Atenção Básica / Secretaria de Atenção à Saúde / Ministério da Saúde (CGAN/DAB/SAS/MS)


CONHEÇA OUTROS PROJETOS
Processando