Estudo de segurança e eficácia de intervenções intrauterinas quando comparadas com intervenções pós-parto em condições deletérias ao feto
Hospital do Coração

Estudo de segurança e eficácia de intervenções intrauterinas quando comparadas com intervenções pós-parto em condições deletérias ao feto
Intervenções Intrauterinas
2018-2020

Estudo de segurança e eficácia de intervenções intrauterinas quando comparadas com intervenções pós-parto em condições deletérias ao feto
Resumo

Algumas condições adversas durante a gestação aumentam significativamente os riscos de óbito do feto ou do neonato, ou aumentam a ocorrência de sequelas graves pós-natais. Em meio a estas doenças, algumas são passíveis de intervenções intra-útero (pré-natais), com intuito de melhorar as chances de sobrevida e a qualidade de vida dos acometidos.

As condições que mais frequentemente requerem intervenções intra-útero são a mielomeningocele e a transfusão feto-fetal. A mielomemingocele é uma malformação grave do sistema nervoso central para a qual não existe cura definitiva e que ocorre em cerca de 1/1000 recém-nascidos no Brasil. A síndrome da transfusão feto-fetal (STFF) ocorre em 10 a 30% das gestações gemelares monocoriônicas.

Em níveis diferentes de evidência científica, estudos disponíveis na literatura demonstram melhores resultados gestacionais e pós-natais para todas essas doenças, quando realizada correção intra-útero.

Entretanto, estudos sobre eficiência e segurança de procedimentos são necessários para contribuir para melhor utilização dos recursos públicos no Brasil.

Os objetivos deste estudo são avaliar os resultados perioperatórios, perinatais e dos seguimentos pós-natais de fetos e gestantes submetidas a intervenções intra-útero para mielomeningocele e transfusão feto-fetal.

Este estudo é observacional do tipo coorte mista, com componentes histórico e prospectivo. Parte dos pacientes serão casos já tratados anteriormente no HCor e parte serão casos tratados neste triênio.

Estudo iniciou em 2018 e está em execução. Estudos sobre eficiência e segurança de procedimentos contribuem para melhor utilização dos recursos públicos. Esperamos que nossos resultados confirmem os dados disponíveis na literatura e adicionem informações sobre segurança e aplicabilidade prática das técnicas estudadas. Assim esperamos contribuir para a ampliação da utilização dessas técnicas na rede pública, melhorando a qualidade de vida dos pacientes atendidos no SUS.


Introdução

Algumas condições adversas durante a gestação aumentam significativamente os riscos de óbito do feto ou do neonato, ou aumentam a ocorrência de sequelas graves pós-natais. Entre essas doenças, algumas são passíveis de intervenções intra-útero (pré-natais), com intuito de melhorar as chances de sobrevida e a qualidade de vida dos acometidos.

As condições que mais frequentemente requerem intervenções intra-útero são a mielomeningocele e a síndrome da transfusão feto-fetal (STFF). A mielomemingocele é uma malformação grave do sistema nervoso central para a qual não existe cura definitiva e que ocorre em cerca de 1/1000 recém-nascidos no Brasil. Caracteriza-se por protrusão de meninges, raízes nervosas e medula através de abertura no arco vertebral, o que pode levar à paralisia dos membros inferiores, restrição no desenvolvimento intelectual, disfunções intestinais, gênito-urinárias e ortopédicas. A STFF ocorre em 10 a 30% das gestações gemelares monocoriônicas. É caracterizada pela passagem desbalanceada de sangue de um feto para outro.

Em níveis diferentes de evidência científica, estudos disponíveis demonstram melhores resultados gestacionais e pós-natais para essas doenças, quando realizada correção intra-útero.

Estudos sobre eficiência e segurança de procedimentos são necessários para contribuir para melhor utilização dos recursos públicos no Brasil.

Objetivos do estudo envolvendo tratamento de fetos com mielomeningocele:

  1. Avaliar os efeitos da correção de mielomeningocele fetal via mini-histerotomia em comparação a via histerotomia convencional em desfechos maternos e da criança.
  2. Avaliar os efeitos da correção de mielomeningocele fetal via mini-histerotomia realizada em idades gestacionais mais precoces versus mais tardias nos desfechos maternos e da criança.


No estudo envolvendo tratamento de STFF:

1. Avaliar se a presença de sinais ultrassonográficos adicionais à sequência transfusão feto-fetal e diferença de peso entre os fetos influenciam nos desfechos da criança.



Métodos

Delineamento do estudo: Trata-se de um estudo observacional do tipo coorte mista, com componentes histórico e prospectivo. Parte dos pacientes serão casos já tratados anteriormente no HCor e parte serão casos tratados no triênio de 2018-2020.

Tamanho de amostra: 160 casos de mielomeningocele e 80 de síndrome de transfusão feto-fetal operados anteriormente no HCor, e também casos operados no triênio de 2018 a 2020 (75 casos de mielomeningocele e 27 de transfusão feto-fetal).

Critérios de elegibilidade:

Mielomeningocele: São incluídos fetos com mielomeningocele operados nos últimos três anos no HCor (componente de coorte histórica) e as crianças operadas neste triênio (componente de coorte prospectiva).

Síndrome de transfusão feto-fetal: são incluídos Fetos com síndrome de transfusão feto-fetal submetidos a ablação vascular placentária no Hospital do Coração (HCor).

Desfechos

Mielomeningocele

Maternos: complicações perioperatórias, complicações no parto.

Da criança: Sucesso no procedimento fetal, Período neonatal: Condições clinicas ao nascimento, resultados da avaliação neurológica realizada pelo pediatra após o nascimento, necessidade de reparo adicional na cicatriz da cirurgia intra-uterina da mielomeningocele, necessidade de derivação ventrículo-peritoneal durante a internação, demais complicações neonatais. Seguimento 12 e 24 meses: Avaliação neurológica, Capacidade para deambular sem auxílio, Mortalidade infantil, Necessidade de derivação ventrículo peritoneal.

Transfusão feto-fetal

Maternos: complicações perioperatórias, complicações no parto.

Da criança: Períodos perioperatório e intra-uterino: Sucesso no procedimento fetal, sobrevida, Período neonatal: Sobrevida com alta do berçário, condições clinicas ao nascimento, resultados da avaliação neurológica realizada pelo pediatra após o nascimento, demais complicações neonatais. Seguimento 12 e 24 meses: Avaliação neurológica.


Resultados

Estudo iniciou em 2018 e está em execução.

Expectativa de divulgação dos resultados: final de 2020.

 

Até janeiro de 2019, 19 casos de mielomeningocele foram incluídos da coorte prospectiva.

Estudos sobre eficiência e segurança de procedimentos contribuem para melhor utilização dos recursos públicos. Esperamos que os resultados confirmem os dados disponíveis na literatura e adicionem informações sobre segurança e aplicabilidade prática das técnicas estudadas. Assim esperamos contribuir para a ampliação da utilização dessas técnicas na rede pública, melhorando a qualidade de vida dos pacientes atendidos no SUS.


Liderança

Bernardete Weber - Associação Beneficente Síria - Hospital do Coração - HCor, São Paulo, SP, http://lattes.cnpq.br/0961819677749530


Cleisson Fabio Andrioli Peralta - Associação Beneficente Síria - Hospital do Coração - HCor, São Paulo, SP, http://lattes.cnpq.br/7869446125667959

Equipe

Beatriz Gonzales Pacheco da Silva - Associação Beneficente Síria - Hospital do Coração - HCor, São Paulo, SP, http://lattes.cnpq.br/5464514152493638


Denise de Moraes Paisani - Associação Beneficente Síria - Hospital do Coração - HCor, São Paulo, SP, http://lattes.cnpq.br/3285718861605561


Jacqueline Tereza da Silva - Associação Beneficente Síria - Hospital do Coração - HCor, São Paulo, SP, http://lattes.cnpq.br/9953107377449756


Karina Jorge R. da Costa - Associação Beneficente Síria - Hospital do Coração - HCor, São Paulo, SP , http://lattes.cnpq.br/5831354843027784


Ligia Nasi Laranjeira - Associação Beneficente Síria - Hospital do Coração - HCor, São Paulo, SP, http://lattes.cnpq.br/1433691693139316


Lucas Martins de Lima - Associação Beneficente Síria - Hospital do Coração - HCor, São Paulo, SP, https://www.linkedin.com/in/lucas-martins-460166146/


Nanci Valeis - Associação Beneficente Síria - Hospital do Coração - HCor, São Paulo, SP, https://www.linkedin.com/in/nanci-valeis-833027153/


Rafael Davi Botelho - Associação Beneficente Síria - Hospital do Coração - HCor, São Paulo, SP, http://lattes.cnpq.br/7454941013428527


Samara Pinheiro do Carmo Gomes - Associação Beneficente Síria - Hospital do Coração - HCor, São Paulo, SP, http://lattes.cnpq.br/8206690337929822



Colaboração


Área Técnica
Coordenação-Geral de Fomento a Pesquisa e Avaliação de Tecnologias em Saúde / Departamento de Ciência e Tecnologia / Secretaria de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos / Ministério da Saúde (CGFPATS/ DECIT/SCTIE/MS)


INDICADORES

8
Profissionais envolvidos
com pesquisa
CONHEÇA OUTROS PROJETOS
Processando