Capacitação e formação em Pesquisa Clínica
Hospital Moinhos de Vento

Capacitação e formação em Pesquisa Clínica
Pesquisa Clínica
2018-2020

Capacitação e formação em Pesquisa Clínica
Resumo
A Pesquisa Clínica envolve a avaliação de intervenções em saúde (medicamentos, exames, procedimentos, equipamentos, entre outros) utilizando metodologia científica adequada que resulte na produção da evidência científica de alto nível. Para tanto, é essencial a formação continuada e qualificada dos profissionais envolvidos.

Assim, o Ministério da Saúde lançou o Plano de Ação de Pesquisa Clínica do Brasil, no qual descreve o diagnóstico das atuais necessidades desta área no país e estabelece objetivos a serem alcançados, dentre eles “promover a formação continuada de recursos humanos em pesquisa clínica”. 

O objetivo do projeto é desenvolver atividades que auxiliem na formação qualificada de profissionais em pesquisa clínica, contribuindo para o avanço técnico-científico, a criação de redes de colaboração e a qualificação da pesquisa clínica no Brasil.

O projeto oferece capacitação através de 15 cursos de curta duração (totalizando 170h), na modalidade educação a distância (EAD). Os cursos são gratuitos e  destinados a profissionais de todo o Brasil que trabalham com pesquisa ou que desejam desenvolver iniciativas nesse campo.

Também são oferecidas quatro oficinas presenciais em tópicos avançados em pesquisa clínica, para profissionais que já tenham expertise na área. Cada oficina possui carga horária variada, entre 16-40h, e é ofertada a 35 profissionais selecionados pelo Ministério da Saúde.

Ainda, o projeto desenvolve um curso de Mestrado Profissional em Pesquisa com duração de dois anos - aproximadamente 375 horas.

Além disso, disponibiliza um repositório web de materiais de alta excelência técnica com temas essenciais sobre pesquisa clínica, que pode ser acessado livremente. 

O projeto está em execução, em atividades de planejamento. 

Espera-se que a capacitação e a formação de profissionais em pesquisa clínica viabilize o aumento na quantidade e na qualidade da produção científica nacional na área da saúde, possibilitando também o aumento do número de 
colaborações nacionais e internacionais. Entende-se que este não é um objetivo a ser alcançado imediatamente, mas que, com o acúmulo de iniciativas como o presente projeto, é possível alcançá-lo a médio e longo prazo.


Introdução
A Pesquisa Clínica envolve a avaliação de intervenções em saúde (medicamentos, exames, procedimentos, equipamentos, entre outros) utilizando metodologia científica adequada que resulte na produção da evidência científica de alto nível. Para isso, é essencial a formação continuada e qualificada dos profissionais envolvidos.
Nesse sentido, o Ministério da Saúde, por meio da Portaria Nº 559, de 9 de março de 2018, instituiu o Plano de Ação de Pesquisa Clínica no Brasil, que descreve o diagnóstico das atuais necessidades da área de pesquisa clínica no país. Entre as necessidades apontadas, destacam-se a formação de profissionais para qualificação da produção científica e a redução da dependência produtiva do país.

O Plano de Ação em Pesquisa Clínica apresenta seis eixos estratégicos. Um deles trata especificamente da formação profissional em pesquisa clínica e tem como objetivo promover a formação continuada de recursos humanos. Esse eixo descreve ações que incluem: apoiar propostas de mestrado profissional e doutorado na área; capacitar profissionais em pesquisa clínica no âmbito do PROADI-SUS, por meio de cursos de capacitação presenciais, EAD e de especialização; e ampliar parcerias internacionais.

Nesse sentido, o projeto de Capacitação e Formação em Pesquisa Clínica tem o objetivo de qualificar profissionais que já trabalham com pesquisa clínica e também profissionais que desejam iniciar projetos nesta área do conhecimento por meio de  cursos de capacitação em EAD, desenvolvimento de repositório web de materiais de alta excelência técnica, oficinas presenciais de tópicos avançados e Mestrado Profissional em Pesquisa Clínica.


Métodos
O projeto oferece 15 cursos de curta duração na modalidade EAD. A carga horária de cada curso varia entre 5 e 20h, totalizando 170 horas de capacitação. Os cursos são gratuitos e destinados a profissionais que trabalham com pesquisa ou que desejam desenvolver iniciativas nesse campo. Os cursos são ofertados na plataforma de educação a distância do Hospital Moinhos de Vento (EdX), utilizando metodologias ativas de aprendizagem e auto-instrucionais.

Também são realizadas oficinas presenciais em tópicos avançados ou emergentes, destinadas a profissionais que trabalham com pesquisa clínica com expertise na área (profissionais sêniores) e que desejam aprofundar seus conhecimentos em tópicos específicos. São priorizados profissionais que atuam em instituições públicas. A carga horária de cada oficina varia entre 16 e 40h. As turmas são formadas por 35 profissionais selecionados pelo Ministério da Saúde.  

Além disso, é estruturado um curso de Mestrado Profissional em Pesquisa Clínica, alinhado com os objetivos estratégicos do Ministério da Saúde para a pesquisa clínica no Brasil. O projeto é voltado para os profissionais que atuam em instituições públicas e têm interesse em realizar pós-graduação na área de pesquisa clínica. O programa de mestrado prevê a realização de 12 encontros presenciais de 22 horas, 12 atividades prévias de dispersão em EAD e um encontro presencial para apresentação da dissertação. Essas atividades serão desenvolvidas ao longo de dois anos, totalizando aproximadamente 375 horas.

Também será ofertado um repositório de materiais de alta excelência técnica que envolva temas essenciais sobre pesquisa clínica.


Resultados
O projeto está em execução, em atividades de planejamento.

Espera-se que a formação de profissionais de pesquisa clínica resulte em maior competitividade da pesquisa clínica brasileira no cenário internacional, atraindo maior número de protocolos de pesquisas e investimentos para o país.
Além disso, almeja-se um aumento na quantidade e na qualidade da produção científica nacional na área da saúde, uma vez que o pequeno número de profissionais habilitados é um limitante para o desenvolvimento e para a operacionalização de pesquisa no Brasil.

Entende-se que esse não é um objetivo a ser alcançado imediatamente, mas que, com o acúmulo de iniciativas como o presente projeto, é possível alcançá-lo a médio e longo prazo.

Por fim, espera-se que a produção científica fomentada por esse projeto responda as perguntas oriundas das necessidades de saúde da população brasileira e do Sistema Único de Saúde.


Liderança
Renata Kochhann – Hospital Moinhos de Vento, Porto Alegre, RS – Lattes

Equipe
Maicon Falavigna – Hospital Moinhos de Vento, Porto Alegre, RS – Lattes

Maria Eugênia Bresolin Pinto – Hospital Moinhos de Vento, Porto Alegre, RS - Lattes

Mirceli Goulart Barbosa – Hospital Moinhos de Vento, Porto Alegre - RS - Lattes

Regis Goulart Rosa – Hospital Moinhos de Vento, Porto Alegre, RS – Lattes


Colaboração
Rede Nacional de Pesquisa Clínica (RNPC)


Área Técnica
Departamento de Ciência e Tecnologia (DECIT)

Secretaria de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos (SCTIE)


NOTÍCIAS RELACIONADAS

Inscrições abertas para curso Gestão da Qualidade em Pesquisa Clínica
11.09.2019
Inscrições abertas para curso Gestão da Qualidade em Pesquisa Clínica


Com o objetivo de qualificar pesquisadores da área da saúde e contribuir para o avanço t&eac...

CONHEÇA OUTROS PROJETOS
Processando