Avaliação de segurança do uso de equipamentos médicos
Hospital Alemão Oswaldo Cruz

Avaliação de segurança do uso de equipamentos médicos
Equipamentos Médicos
2018-2020

Hospital Alemão Oswaldo Cruz
Resumo

O projeto visa analisar o nível de segurança e efetividade do parque tecnológico instalado nos Estabelecimentos Assistenciais de Saúde (EAS),  quanto a veracidade dos dados obtidos "in loco" através de testes qualitativos e quantitativos nos Equipamentos Médicos Assistenciais (EMA), utilizando tecnologias analíticas / simuladores de pacientes e check list para verificação dos EMA. Até três tecnologias analíticas serão Validadas e Qualificadas para utilização do MS, através do projeto e a equipe identificará as tecnologias existentes em mercado nacional e serão submetidos à teste, quanto: funcionalidade, utilização e acurácia obtidas em testes destas tecnologias.



Introdução

Como um aprimoramento de projetos já previstos no triênio anterior (2015-2017), que estavam diretamente relacionados ao dimensionamento e a incorporação de tecnologias e ampliar o escopo da operação da gestão de tecnologias médicas, houve nova demanda ao HAOC para apresentar um plano de trabalho para o projeto Segurança de Equipamentos Médicos de Monitoração à Vida, projeto para o triênio (2018-2020). Assim, o projeto dará subsídios técnicos ao Ministério da Saúde para a definição de tecnologias analíticas para avaliação dos equipamentos médicos, bem como apresentar um diagnóstico sobre as condições de uso destes equipamentos. 



Métodos
O Projeto poussuem duas fases para obter o objetivo estabelecido, sendo: 1) Validação e Qualificação de Tecnologias Analíticas; 2) Diagnosticar os Equipamentos Médicos Assistenciais. 
Para realizar a fase de Validação e Qualificação de tecnologias Anaíticas fora planejado os seguintes etapas:
  • Definir junto ao Ministério da Saúde, as premissas para selecionar as tecnologias analíticas a serem analisadas;
  • Realizar pesquisa de mercado nacional das tecnologias analíticas;
  • As tecnologias selecionadas serão analisadas e comparadas qualitativamente e quantitativamente, quanto à funcionalidade, exatidão dos parâmetros analisados e facilidade de utilização.
  • Analisar o relatório e apresentar ao MS os resultados alcançados;
  • MS definir qual(is) tecnologia(S) analítica(S) melhor atendem a necessidade.
Para realizar a fase de Diagnóstico dos Equipamentos Médicos Assistencias fora planejado os seguintes etapas:

  • Definir junto ao Ministério da Saúde, as regiões a serem analisadas, serão contempladas 3 entre as 5 regiões com diferentes níveis de maturidade em relação ao nível de segurança do paciente (EAS que possuam acreditações ou processos de melhoria contínua);
  • Será visitado os EAS selecionados para conhecimento da estrutura e responsáveis para execução da atividade diagnóstico dos equipamentos médicos assistenciais.
  • Serão analisados semanalmente dois estabelecimentos assistenciais de saúde simultaneamente, contendo até 150 leitos e totalizará 24 EASs, com a composição abaixo:
  • Serão analisados os equipamentos:
    • Monitor Multiparâmetros;
    • Eletrocardiógrafo;
    • Cardioversor;
    • Desfibrilador;
    • Oxímetro de pulso;
    • Módulos: ECG, oximetria e pressão não invasiva.
  • Solicitar o inventário dos equipamentos àqueles EAS que participarão da visita para definição da quantidade de equipamentos médicos a serem analisados (por EAS) e para definição da dinâmica da visita “in loco”.
  • Planejamento das visitas aos estabelecimentos assistenciais de saúde cujos inventários foram previamente enviados e analisados;


Resultados
O projeto de Avaliação de Segurança do Uso de Equipamentos Médicos visa a segurança dos pacientes e aos colaboradores do SUS que utilizam os Equipamentos Médicos Assistenciais exixtentes nos Estabelecimentos Assistencias de Saúde. Tem como objetivo geral avaliar os equipamentos médicos assistencias, quanto à condição de uso e disponibilidade das tecnologias médicas que monitoram os pacientes trazendo maior segurança aos usuários do SUS, mensurando: Número de tecnologias médicas avaliadas, por total de tecnologias médicas que necessitam ser avaliadas, com frequência de análise anual e com meta de avaliação de 90% o parque tecnológico definido no projeto.
Os objetivos específicos do projeto: 1- Definir a(s) tecnologia(s) analítica(s) que atendam as premissas indicadas pelo MS, avaliar qualitativamente e quantitativamente, mensurando: Definir as tecnologias analíticas e definir o número de equipamentos de analises avaliados, por total de equipamentos de análises que necessitam ser avaliados, frequencia de apuração mensal, apresentado meta de 100% de relatórios das tecnologias analíticas verificados; 2 - Realizar visitas de diagnótico dos equipamentos médicos assistenciais nas EAS definidas pelo Ministério da Saúde, apresentado a mensuração de número de equipamentos médicos assistencias diagnosticados, por número de EMA que foram submetidos aos testes, apresentando frequência de apuração mensal e meta de visitar 100% das EAS definidas pelo MS e Realizar testes em pelo menos 90% das tecnologias médicas inventariadas.
Atreavés do atendimento dos objetivos do projeto e utilização da metodologia de diagnostico dos EMA é reduzir o tempo dos EMA parados e condutas médicas inadequadas, pois os parâmetors adquiridos dos pacientes que utilizam EMA descalibrados e que apresentão desvios de acurácia e incerteza, assim elevando o padrão de segurança.

Liderança
Gerente de Projetos - Nídia Souza.

Equipe
Técnico em Engenharia Clínica - Ricardo Reis Osoegawa.

Colaboração
Gestor de Engenharia Clínica do Hospital Alemão Oswaldo Cruz - Tarcísio Marques.

Área Técnica
Secretaria de Atenção a Saúde - SAS.

INDICADORES

CONHEÇA OUTROS PROJETOS
Processando