DigiSUS infoestrutura: elaboração, evolução e governança de recursos informacionais para e-saúde do Brasil
Hospital Alemão Oswaldo Cruz

DigiSUS infoestrutura: elaboração, evolução e governança de recursos informacionais para e-saúde do Brasil
DigiSUS - Infoestrutura
2018-2020

DigiSUS infoestrutura: elaboração, evolução e governança de recursos informacionais para e-saúde do Brasil
Resumo

A Informação em Saúde (e-Saúde) tornou-se uma prioridade na Atenção à Saúde em vários países, apresentando experiências bem-sucedidas em países da Europa, América, Austrália, Nova Zelândia entre outros. No Brasil, várias iniciativas aconteceram em alguns municípios e estados, porém de forma descoordenada e não integrada, ainda que, apresentando resultados positivos, mas não sendo efetiva para a gestão de saúde pública. Assim, surge a necessidade de se estabelecer uma estratégia nacional que norteie e integre essas informações, configurando um registro único destes atendimentos.

Seguindo a lógica do e-Saúde, surge a necessidade de uma estruturação do Registro Eletrônico de Saúde (RES), que consiste em um ou mais repositórios de informações relevantes sobre a saúde e bem-estar do paciente e que estarão integrados de modo físico ou virtual. Para o SUS, são esperados os seguintes benefícios na saúde digital após sua implementação: melhor atenção em saúde em todos os seus aspectos, integração entre os processos de saúde, conhecimento para tomada de decisão, vigilância em saúde e promoção de saúde. Resumindo, a informação coletada durante o processo de atenção resulta num atendimento de melhor qualidade futuramente;



Introdução
Os benefícios esperados com a implementação de um Registro Eletrônico de Saúde estão relacionados à:

Melhor atenção em saúde em todos os seus aspectos: A informação coletada durante o processo de atenção e disponível quando e onde necessária resulta em atendimento de melhor qualidade.

Integração entre os processos de Saúde: Os processos de saúde são integrados pela disponibilidade da informação de saúde. Assim o processo de prescrição eletrônica integrada com a dispensação de medicamentos permite que o paciente retire a sua medicação na Farmácia Popular apresentando o seu Cartão SUS.

Conhecimento para a Tomada de Decisão: A informação clínica relevante coletada e armazenada forma uma grande base de dados local, regional e federal, da qual se podem extrair informações importantes sobre prevalência de doenças, efetividade de tratamentos, adequação de protocolos, diretrizes e consensos, bem como os custos e benefícios associados.

Vigilância em Saúde: A coleta sistemática de dados clínicos permite que se estabeleçam regras de Vigilância em Saúde que gerem alertas automáticos quando atendidas, abrindo a possibilidade de disparar ações emergenciais, como a vacinação de bloqueio, por exemplo, ou a contenção de material tóxico, antes dos eventos de risco tomarem grandes proporções.

Promoção de Saúde: A informação de saúde coletada pelo RES forma um material poderoso para a análise e tomada de decisão para ações de promoção de Saúde, ao permitir entender o estado de saúde da população coberta, e dos fatores de risco de saúde associados à população analisada.

A definição de um modelo para o Registro Eletrônico de Saúde (RES) nacional é um processo complexo que envolve a articulação de vários atores e a atuação em diferentes frentes. Nesse sentido, a construção de uma arquitetura de RES abrangente, moderna e viável, para o Brasil está alinhada com um conjunto conhecido de melhores práticas internacionais e nacionais.

Métodos

O projeto, relacionado à disciplina de Incorporação Tecnológica, será executado em 34 meses.

O primeiro Eixo será executado de maneira continuada, havendo previsão inicial de adaptação dos modelos de informação para o RES Nacional, em função da sua iminente implantação, a se realizar em 10 semanas.

O segundo eixo prevê a execução de três ciclos de desenvolvimento, respectivamente para os anos de 2018, 2019 e 2020 (12 meses de cada), no qual os produtos previstos do portal do RES são evoluídos gradativamente, acompanhando as evoluções da Infoestrutura do RES e da maturidade de governança da Infoestrutura.

Finalmente, o terceiro eixo se desenvolve em ciclos de seis (6) meses, onde ocorrem atividades de disseminação e, posteriormente, de apropriação dos modelos de informação da Infoestrutura do RES, por meio de maratonas de conectividade.



Resultados

Os resultados da implementação de um Registro Eletrônico de Saúde estão relacionados à Melhor atenção em saúde em todos os seus aspectos: A informação coletada durante o processo de atenção e disponível quando e onde necessária resulta em atendimento de melhor qualidade. Integração entre os processos de Saúde: Os processos de saúde são integrados pela disponibilidade da informação de saúde. Assim o processo de prescrição eletrônica integrada com a dispensação de medicamentos permite que o paciente retire a sua medicação na Farmácia Popular apresentando o seu Cartão SUS. Conhecimento para a Tomada de Decisão: A informação clínica relevante coletada e armazenada forma uma grande base de dados local, regional e federal, da qual se podem extrair informações importantes sobre prevalência de doenças, efetividade de tratamentos, adequação de protocolos, diretrizes e consensos, bem como os custos e benefícios associados. Vigilância em Saúde: A coleta sistemática de dados clínicos permite que se estabeleçam regras de Vigilância em Saúde que gerem alertas automáticos quando atendidas, abrindo a possibilidade de disparar ações emergenciais, como a vacinação de bloqueio, por exemplo, ou a contenção de material tóxico, antes dos eventos de risco tomarem grandes proporções e Promoção de Saúde: A informação de saúde coletada pelo RES forma um material poderoso para a análise e tomada de decisão para ações de promoção de Saúde, ao permitir entender o estado de saúde da população coberta, e dos fatores de risco de saúde associados à população analisada.



Liderança
ATUALPA CARVALHO DE AGUIAR - Supervisor de Projetos

Equipe
LUCAS DUTRA BARRETO DE MELO - Analista de Negócios
CAROLINA DE JESUS DAMASCENA NOGUEIRA - Assistente Administrativo

Colaboração


Área Técnica
DATASUS/SE

INDICADORES

CONHEÇA OUTROS PROJETOS
Processando