Resumo

A Avaliação em Tecnologia em Saúde (ATS) é uma atividade multidisciplinar que considera de forma sistemática a eficácia e a efetividade clínica, o custo, a relação custo-efetividade, às implicações organizacionais, as consequências sociais e as considerações éticas e legais de uma tecnologia em saúde; usualmente relacionadas à adoção de medicamento, equipamento médico, procedimento clínico ou cirúrgico ou intervenções educacionais, bem como Políticas Públicas.

Nesse contexto, o projeto de Desenvolvimento da Avaliação de Tecnologias em Saúde (DATS), por meio dos seus dois eixos de formação e produção técnica em ATS, tem o objetivo de apoiar de forma cada vez mais completa a tomada de decisão e a alocação eficiente dos recursos do SUS. A iniciativa está vigente desde o triênio passado (2018-2020).

 


Introdução

Estudos em ATS tem como principal objetivo oferecer aos tomadores de decisão informações baseadas em evidências para subsidiar suas decisões quanto ao uso adequado de tecnologias e a alocação eficiente de recursos. Nesse contexto, o Hospital Alemão Oswaldo Cruz conduz o Projeto DATS por meio do Programa de Apoio ao Desenvolvimento Institucional do Sistema Único de Saúde (PROADI-SUS), visando levar informações a pacientes e outros interessados no processo de incorporação de tecnologias no SUS, bem como capacitar profissionais da saúde. A iniciativa disponibiliza quatro cursos diferentes, desde ensinamentos básicos até conhecimentos avançados em ATS.

O projeto também se propõe a melhorar a qualificação dos profissionais dos Núcleos de Avaliação de Tecnologias em Saúde (NATS) para que possam realizar estudos de ATS com melhor qualidade e estimular a disseminação do conhecimento e sensibilização sobre a importância de usar a evidência científica para profissionais do judiciário e profissionais vinculados a associações de pacientes. 

Dessa forma, o projeto DATS está diretamente relacionado ao objetivo 4 do Plano Nacional de Saúde 2020-2023: "Fomentar a produção do conhecimento científico, promovendo o acesso da população às tecnologias em saúde de forma equitativa, igualitária, progressiva e sustentável".  

Justificativa e relevância do projeto para o SUS

Os gastos em saúde vêm crescendo de forma contínua devido ao desenvolvimento de novas tecnologias e mudança do perfil epidemiológico da população. Assim, os gestores na área da saúde precisam lidar com um cenário de recursos financeiros limitados, que exige maior eficiência na utilização do dinheiro público. Os estudos em ATS, portanto, possuem um papel fundamental na busca pela universalidade, um dos princípios do Sistema Único de Saúde (SUS).  


Métodos

Confira abaixo as iniciativas educacionais disponíveis: 

 

Curso Introdutório de Avaliação de Tecnologias em Saúde

Objetivo: sensibilizar profissionais da área de saúde, da área jurídica e pacientes sobre a importância da ATS na tomada de decisão em saúde e fomentar as iniciativas de ATS no âmbito do SUS;

Modalidade: Educação a Distância (EAD);

Carga horária: 20 horas;

Público-alvo: geral;   

Conteúdo Programático: o conteúdo e formato do curso abordarão conceitos básicos sobre a metodologia utilizada em estudos de ATS, conscientizando sobre a importância e a necessidade do uso de ATS nas tomadas de decisão em saúde, buscando fortalecer as políticas públicas de expansão, qualificação e fomento às iniciativas no âmbito do SUS.   

 

Oficina de Capacitação em metodologia GRADE

Objetivo: capacitar profissionais atuantes em Avaliação de Tecnologias em Saúde na metodologia GRADE para a graduação da qualidade da evidência e força de recomendação;

Modalidade: Educação a Distância (EAD);

Carga horária: 20 horas;

Público-alvo: geral; 

Conteúdo programático: O conteúdo e formato do curso será atualizado e incluirá uma visão geral da história, importância e limitações da ferramenta GRADE, e de forma detalhada abordará os diversos critérios utilizados na ferramenta para avaliação da qualidade da evidência e estabelecimento da força de recomendação. 

 

Curso de Capacitação para Elaboração de Parecer Técnico Científico

Objetivo: Capacitar profissionais na elaboração de Avaliações de Tecnologias em Saúde com foco em resposta rápida;

Modalidade: híbrida, com encontros online e presenciais;

Carga horária: 100 horas;

Público-alvo: curso destinado a profissionais com nível superior e interesse na área de ATS, atuando nos Núcleos de Avaliação de Tecnologias em Saúde (NATS). Serão realizadas duas edições do curso de Parecer Técnico Científico (PTC), sendo elas formadas por 30 alunos;

Conteúdo programático:  O conteúdo abrangerá as diversas etapas envolvidas na elaboração de um PTC de forma teórico-prática sob a supervisão de um especialista;

Instrumentos de Avaliação: Os alunos serão avaliados ao final do curso por meio de um Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) com a apresentação de um PTC e, além das avaliações de reação e aprendizagem, será implementada a avaliação de comportamento.  O processo de avaliação é fundamental para compreender se a capacitação gerou os resultados esperados e os participantes aprenderam o conhecimento compartilhado e aplicaram o mesmo no ambiente de trabalho. Além disso, a avaliação permite que a equipe do projeto identifique possíveis ajustes, adequando o curso em suas edições futuras.   

 

Escola de Altos Estudos

Objetivo: Capacitar e atualizar profissionais envolvidos em Avaliações de Tecnologias em Saúde em temas emergentes e avançados com profissionais renomados nacionalmente e internacionalmente.  

Modalidade: híbrida, com encontros online e presenciais;

Carga horária: total de 120 horas – será ofertada uma única edição para 100 alunos, a qual será composta por seis cursos com duração de 20 horas por curso. Três cursos serão administrados simultaneamente a cada dois dias e meio; a duração total da escola será de 5 dias;

Público-alvo: profissionais com nível superior e interesse na área de avaliação de tecnologias em saúde incluindo avaliação econômica, atuantes nos Núcleos de Avaliação de Tecnologias em Saúde (NATS) e no setor público em geral (secretarias de saúde, hospitais públicos, institutos públicos de pesquisas, universidades públicas, entre outras instituições públicas

Conteúdo Programático: Os temas dos cursos ainda serão definidos com base nas demandas do Ministério da Saúde. Serão priorizados temas em metodologias avançadas para ATS, visando o aprimoramento e a atualização dos pesquisadores já atuantes na área de ATS.  

 

MBA em Avaliação de Tecnologias em Saúde

Objetivo: capacitar profissionais de nível superior para a realização de Avaliações de Tecnologias em Saúde incluindo avaliações econômicas;

Modalidade: híbrida, com encontros online e presenciais;

Carga horária: duração mínima de 360 horas – Serão ofertadas duas edições com 30 vagas cada;

Público-alvo: profissionais com nível superior e interesse na área de avaliação de tecnologias em saúde incluindo avaliação econômica, atuantes nos Núcleos de Avaliação de Tecnologias em Saúde (NATS) e no setor público em geral (secretarias de saúde, hospitais públicos, institutos públicos de pesquisas, universidades públicas, entre outras instituições públicas);

Conteúdo programático: o curso será dividido em dois grandes módulos necessários para a elaboração de Sínteses de Evidências e Avaliações Econômicas e será complementado com conteúdos relacionados a epidemiologia, bioestatística, processo regulatório, aspectos jurídicos e éticos da ATS e políticas públicas;

Instrumentos de Avaliação: Os alunos serão avaliados por meio de um TCC e, além das avaliações de reação e aprendizagem, será aplicada uma avaliação comportamental.  O processo de avaliação é fundamental para compreender se a capacitação gerou os resultados esperados e os participantes aprenderam o conhecimento compartilhado e aplicaram o mesmo no ambiente de trabalho. Além disso, a avaliação permite que a equipe do projeto identifique possíveis ajustes, adequando o curso em suas edições futuras.  

 

Diretrizes Metodológicas: Sistema GRADE   

Atualização das DIRETRIZES METODOLÓGICAS do Sistema GRADE – manual de graduação da qualidade da evidência e força de recomendação para tomada de decisão em saúde. A atualização desta diretriz será feita internamente pela equipe do projeto. Inicialmente, serão identificados os tópicos que serão aprofundados e incorporados. Após a redação das diretrizes estas serão submetidas à revisão externa e consulta pública e revisadas em consenso com o Ministério da Saúde. Após a publicação da diretriz, será realizada uma oficina de capacitação para 30 alunos no formato online.  

 


Resultados

Projeto DATS do HAOC contribui para construção de um sistema ações relacionadas à ATS, com potencial de apoiar os serviços, por meio de seus tomadores de decisões, de forma a contemplar as necessidades da população e imprimindo maior racionalidade ao uso dos recursos. Resultados Triênio 2018-2020 Até setembro de 2020 o projeto DATS capacitou 2.953 profissionais em diversos níveis:

  • 311  capacitados em ATS nível intermediário ( edições 1 e 2).
  • 2.129  capacitados em ATS nível introdutório (edições 1, 2, 3, 4 e 5).
  • 253 pessoas capacitadas na Diretriz Metodológica do Sistema GRADE – Gradingof Recommendations Assessment, Developmentand Evaluaton.(edição 1, 2 e 3).
  • 30 pessoas formadas no MBA em Economia e ATS (turma 1).
  • 100  capacitados na Oficina de ATS para Atenção Básica.
  • 30 capacitados na Oficina de Revisão Sistemática e Meta-análises de Ensaios Clínicos Randomizados;
  • Escola de Altos Estudos - 100 profissionais capacitados:

    Curso I – Matemática para Avaliações Econômicas usando Python/R

    Curso II – Modelagem de coortes com dados administrativos

    Curso III – Economic Evaluation alongside Clinical Trials

    Curso IV – Using Machine Learning with Real World Data

    Curso V – Discrete Event Simulation for Health Technology Assessment

    Curso VI – Microssimulação para Avaliações Econômicas usando o TreeAge

    Curso VII – Modelagem de Doenças Infecciosas

  • Elaboração e divulgação de estudos em ATS por meio de 18 informes técnicos.
  • Elaboração do Guia Metodológico para Programas e Serviços em Telessaúde.
  • Revisão da Diretriz Metodológica para Elaboração de Pareceres Tecnicos Científicos.
  • Apoio para formação da rede e de núcleos de ATS, por meio da formação/qualificação de pessoal.
  •  


    Equipe


    Conheça outros Projetos_